Estoril-Praia

21-04-2017 17:25

Pedro Emanuel: "O futebol na Liga tem de ser sempre jogado no limite"

O Vitória de Setúbal visita o Estoril-Praia em jogo a contar para a 30ª jornada.
Pedro Emanuel
Foto: SAPO Desporto

O Vitória de Setúbal visita o Estoril-Praia em jogo a contar para a 30ª jornada.

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O treinador do Estoril, Pedro Emanuel, descartou esta sexta-feira um possível relaxamento da sua equipa na receção ao V. Setúbal, em jogo da 30ª jornada da Liga NOS, face à vantagem de oito pontos alcançada sobre a linha de água.

Na conferência de imprensa de antevisão da partida com os sadinos, o técnico estorilista considerou o recente triunfo no Restelo, sobre o Belenenses, como o exemplo a seguir pela sua equipa até ao final do presente campeonato, algo que poderá melhorar o atual 15.º lugar, com 28 pontos.

"Temos mais confiança, mas não vou permitir que ninguém se desfoque do objetivo coletivo. Se assim for, estamos a falar em relaxamento, e isso, para mim, não existe. Futebol é alta competição, o futebol na Liga tem de ser sempre jogado no limite", afirmou, manifestando ainda o desejo de "aliar boas prestações coletivas aos resultados".

A perspetiva de poder atingir este sábado a fasquia dos 30 pontos, delineada na sua chegada ao clube, reforçou ainda mais a motivação de Pedro Emanuel, que não hesitou em apelidar de "final" o desafio com o V. Setúbal.

"É uma excelente equipa e está a fazer um campeonato tranquilo em relação aos últimos anos. O mérito é do seu grupo de trabalho, liderado pelo José Couceiro. Sabemos que vamos ter uma final e que nos pode dar o primeiro objetivo da época, que são os 30 pontos, sabendo que se não conseguirmos ganhar e somarmos pontos iremos estar mais próximos ainda, com 29", frisou.

O treinador do Estoril deixou ainda vários elogios ao conjunto do Bonfim, que ocupa o 9.º posto, com 35 pontos, ao lembrar os recentes empates alcançados em casa do FC Porto e do Rio Ave, exigindo, por isso, "concentração" e espírito "solidário" aos seus jogadores.

"Tem um futebol atrativo, é uma equipa que gosta de ter bola e que se sente à vontade com isso. É também uma equipa compacta. Tem, em termos de golos sofridos, um dos melhores 'rankings'. Temos essa consciência, sabemos que vamos ter de estar muito focados no nosso jogo e muito solidários. Vai ser um jogo equilibrado", vaticinou.

O momento de confiança e tranquilidade que se vive no Estoril, depois da vitória sobre o Belenenses, levantou a dúvida sobre uma eventual renovação de contrato para a próxima temporada, mas Pedro Emanuel não quis abordar o tema, garantindo que isso é algo que ainda não passa pela sua cabeça.

"O que passa pela minha cabeça é conquistar 30 pontos, que foi aquilo com que me comprometi quando entrei nesta casa. Esse é o meu comprometimento. Quando isso acontecer, se calhar iremos abordar as coisas de outra forma. Agora, essa é uma questão a que nem posso responder, porque nem pensei nela", resumiu.

O Estoril recebe no sábado, às 18h15, o V. Setúbal, num encontro agendado para o Estádio António Coimbra da Mota que será arbitrado por João Mendes, de Santarém.

Conteúdo publicado por Sportinforma